Pular para o conteúdo

Evangelho, evangelização e evangelismo

Evangelho, evangelização e evangelismo
Roteiros

Efetue o login em sua conta para compartilhar sua sugestão.

É importante ter uma compreensão clara das diferenças entre evangelho, evangelização e evangelismo, pois cada termo se refere a aspectos diferentes da mensagem e do propósito cristão.

A compreensão dessas diferenças pode ajudar a clarear a missão da Igreja e o papel dos cristãos na disseminação do evangelho. Além disso, a compreensão desses conceitos pode ajudar a evitar equívocos ou confusões na prática evangelística.

No entanto, é importante ressaltar que, embora as palavras tenham significados distintos, elas estão intimamente relacionadas e devem ser entendidas em conjunto para uma compreensão completa da missão cristã.

O evangelho

ANTIGO TESTAMENTO
0 X
NOVO TESTAMENTO
0 X

De acordo com o Dicionário Bíblico Wycliffe, a palavra “evangelho” é empregada somente no Novo Testamento e vem do grego “euangelion”, que significa “boas novas”. Não há ocorrências da palavra no Antigo Testamento. No entanto, há 100 ocorrências no Novo Testamento. Tais informações podemos encontrar na Concordância Bíblica Exaustiva Joshua.

O evangelho é a mensagem central do cristianismo, que anuncia a salvação e a vida eterna através da fé em Jesus Cristo. A sua importância pode ser vista em diversas passagens bíblicas, que destacam sua mensagem de esperança e redenção para todos os povos e nações. Neste texto,  exploraremos algumas dessas referências bíblicas e refletir sobre o seu significado para a vida cristã.

Referências bíblicas:

“Ele dizia:
— O tempo está cumprido, e o Reino de Deus está próximo; arrependam-se e creiam no evangelho.

Marcos 1.15 NAA, grifo meu

Jesus começa seu ministério anunciando a chegada do reino de Deus e convidando as pessoas a se arrependerem e a crerem no evangelho.

“Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego.

Romanos 1.16 NAA, grifo meu

Paulo enfatiza a importância do evangelho como a mensagem que tem o poder de transformar vidas e trazer salvação.

“Irmãos, venho lembrar-lhes o evangelho que anunciei a vocês, o qual vocês receberam e no qual continuam firmes. Por meio dele vocês também são salvos, se retiverem a palavra assim tal como a preguei a vocês, a menos que tenham crido em vão.
Antes de tudo, entreguei a vocês o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.

1 Coríntios 15.1-4 NAA, grifo meu

Paulo reafirma a mensagem central do evangelho, que é a morte, ressurreição e salvação através de Jesus Cristo.

“Porque pela graça vocês são salvos, mediante a fé; e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie.

Efésios 2.8,9 NAA, grifo meu

Paulo enfatiza que a salvação é um dom de Deus, recebido pela fé em Jesus Cristo, e não por meio das obras humanas.

“Vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que habitam na terra, e a cada nação, tribo, língua e povo, dizendo com voz forte:

Apocalipse 14.6 NAA, grifo meu

Nesta passagem, o apóstolo João descreve uma visão em que um anjo anuncia o evangelho eterno a todas as nações e povos da terra.

A evangelização

Evangelização é um tema fundamental para a teologia cristã, pois se trata da proclamação do evangelho, que é a mensagem central da fé cristã. A evangelização é uma tarefa que foi confiada por Jesus Cristo à sua igreja, e consiste em levar a mensagem do evangelho a todas as nações, para que as pessoas possam crer em Jesus Cristo e receber a salvação.

Neste texto, exploraremos o tema da evangelização à luz das Escrituras Sagradas, apresentando as principais referências bíblicas que tratam do assunto. Destacaremos o significado da palavra-chave evangelização, e também refletiremos sobre a importância da evangelização para a igreja e para o mundo.

Significado da palavra evangelização

A palavra evangelização vem do grego “euangelizomai“, que significa “anunciar boas novas” ou “proclamar o evangelho”. A evangelização é, portanto, a proclamação da mensagem do Evangelho, que é a boa notícia da salvação em Jesus Cristo.

Referências Bíblicas sobre a evangelização

A primeira referência bíblica que destacaremos sobre evangelização é a chamada “Grande Comissão”, registrada em Mateus 28.18-20

“E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!

Mateus 28.18-20 ARC

Nesta passagem, Jesus deixa claro que a evangelização é uma tarefa que deve ser levada a todas as nações, e que consiste em fazer discípulos, ou seja, em ensinar as pessoas a seguir Jesus Cristo e a obedecer aos seus ensinamentos. A referência ao batismo indica que a evangelização deve levar as pessoas a uma decisão de fé em Jesus Cristo, e que esta decisão deve ser pública e visível.

Outra passagem importante sobre evangelização é Atos 1.8, em que Jesus diz aos seus discípulos:

“Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra.

Atos 1.8  ARC

Nesta passagem, Jesus indica que a evangelização deve começar em Jerusalém, ou seja, no local onde os discípulos se encontravam, e se estender até os confins da terra. A referência ao poder do Espírito Santo indica que a evangelização é uma tarefa que só pode ser realizada com a ajuda do Espírito Santo, que capacita os discípulos a testemunhar de Jesus Cristo.

“Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam a paz, dos que anunciam coisas boas!

Romanos 10.14,15 ARC

Nesta passagem, o apóstolo Paulo destaca a importância da pregação do evangelho como meio de levar as pessoas a crer em Jesus Cristo. Ele indica que é necessário que haja pregadores, ou seja, pessoas que sejam enviadas para proclamar a mensagem do evangelho, pois sem a pregação, as pessoas não terão a oportunidade de ouvir e crer em Jesus Cristo.

Além das referências bíblicas citadas acima, há diversas outras passagens que falam sobre a evangelização, como por exemplo:

Importância da evangelização para a igreja e para o mundo

A evangelização é uma tarefa fundamental da igreja cristã, pois é através dela que a mensagem do evangelho é levada a todas as nações. A igreja tem a responsabilidade de ser o instrumento de Deus para proclamar a mensagem da salvação em Jesus Cristo, e de fazer discípulos em todas as nações.

Além disso, a evangelização é importante para o mundo, pois a mensagem do evangelho traz esperança, paz e salvação às pessoas que estão perdidas e desesperadas. A evangelização é uma forma de levar a luz de Cristo a um mundo em trevas, e de oferecer a todas as pessoas a oportunidade de conhecer e experimentar o amor de Deus.

No entanto, a evangelização não deve ser vista apenas como uma obrigação da igreja, mas como um privilégio e uma oportunidade de servir a Deus e ao próximo. A evangelização deve ser realizada com amor, humildade e respeito, e deve ser acompanhada por uma vida cristã autêntica e coerente, que seja um testemunho vivo do poder transformador do evangelho.

Formas de evangelização

Existem diversas formas de realizar a evangelização, desde a pregação em grandes eventos e cultos, até a evangelização pessoal, através de conversas informais e relacionamentos interpessoais. Algumas formas comuns de evangelização incluem:

  1. Pregação: a pregação é uma forma clássica de evangelização, que consiste em proclamar o evangelho em cultos e eventos religiosos. A pregação pode ser feita por pastores, evangelistas, missionários ou outros líderes religiosos, e é uma oportunidade de apresentar a mensagem do evangelho a grandes audiências;
  2. Evangelismo pessoal: o evangelismo pessoal é uma forma de evangelização que consiste em compartilhar o evangelho com outras pessoas individualmente, através de conversas informais e relacionamentos interpessoais. O evangelismo pessoal pode ser realizado por qualquer pessoa, independentemente de sua posição na igreja, e é uma oportunidade de levar a mensagem do evangelho às pessoas em seu contexto diário;
  3. Ministério de rua: o ministério de rua é uma forma de evangelização que consiste em levar a mensagem do evangelho às pessoas em locais públicos, como praças, parques e ruas movimentadas. O ministério de rua pode incluir a distribuição de literatura religiosa, a realização de apresentações musicais e teatrais, e o compartilhamento pessoal do evangelho;
  4. Missões: as missões são uma forma de evangelização que consiste em enviar missionários para outros países e culturas, com o objetivo de proclamar a mensagem do evangelho e fazer discípulos em outras nações. As missões podem incluir projetos de assistência social, educação, saúde e outras formas de ajuda humanitária, além da pregação do evangelho.

O evangelismo

O evangelismo é a prática de compartilhar a mensagem do evangelho com outras pessoas, convidando-as a crer em Jesus Cristo como Salvador e Senhor. A Bíblia nos dá vários exemplos de evangelismo, como a história do encontro de Jesus com a mulher samaritana em João 4, onde Ele compartilhou a mensagem do evangelho com ela, levando-a a crer em Jesus como o Messias.

Outro exemplo de evangelismo está em Atos 8, onde Filipe pregou o evangelho para o eunuco etíope, que acabou crendo em Jesus e sendo batizado. O apóstolo Paulo também era um grande evangelista, pregando o evangelho em diversas cidades durante as suas viagens missionárias, como podemos ver em Atos 13 e 14.

O evangelismo é uma missão importante da igreja, como vemos em Mateus 28.19,20, onde Jesus comissionou os seus discípulos a “fazer discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado”.

O evangelismo deve ser realizado com amor e compaixão, como Jesus demonstrou em Mateus 9.36, onde Ele “viu as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não têm pastor”. E assim, devemos ter um coração aberto para compartilhar a mensagem do evangelho com aqueles que ainda não conhecem a Jesus.

Em resumo, o evangelismo é a prática de compartilhar a mensagem do evangelho com outras pessoas, com o objetivo de levar mais pessoas a crer em Jesus como Salvador e Senhor. E essa mensagem é poderosa e transformadora, tendo o poder de salvar aqueles que creem.

A disposição da igreja em praticar o evangelismo

O evangelismo pessoal é, de fato, uma forma fundamental de compartilhar a mensagem de Jesus Cristo com os outros [e o mais fácil]. Na Bíblia, encontramos várias passagens que incentivam os cristãos a serem testemunhas de Cristo em suas vidas diárias. O apóstolo Paulo, por exemplo, exortou os cristãos em Colossenses 4.5,6 a “andar com sabedoria para com os que estão de fora; aproveitai as oportunidades. A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um”.

A prática do evangelismo pessoal não se trata apenas de palavras, mas também de ações. Em Tiago 2.14-17, somos lembrados da importância de combinar nossa fé com obras: “Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? […] Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma”.

Quando os cristãos praticam o evangelismo pessoal em seus lugares cotidianos, estão cumprindo o chamado de Deus para serem testemunhas vivas de Sua graça e amor. O apóstolo Pedro escreveu em 1 Pedro 3.15: “Estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”.

Portanto, é vital que os crentes se envolvam ativamente no evangelismo pessoal, não apenas nas igrejas, mas também em suas vidas diárias, nos lugares que frequentam, para que possam cumprir a missão dada por Jesus e fazer discípulos de todas as nações.

O site Lifeway Research apresenta uma pesquisa intrigante. O título do artigo, afirma que os fiéis protestantes oram mais pelo evangelismo do que realmente o praticam.

A primeira pergunta que eles fizeram foi a seguinte: “Nos últimos seis meses, quantas vezes você compartilhou com alguém como se tornar um cristão?

Os resultados estão apresentados no gráfico abaixo:

Nenhuma vez
55%
1-2 vezes
24%
3-5 vezes
12%
6-10 vezes (5%)
5%
11-15 vezes (1%)
1%
+16 vezes (3%)
3%

A segunda pergunta feita foi: “Com que frequência, se o faz, você ora pessoalmente por oportunidades de compartilhar a mensagem de Jesus Cristo com os outros?

Todos os dias (23%)
23%
Algumas vezes/semana (21%)
21%
Uma vez/semana (12%)
12%
Algumas vezes/mês (11%)
11%
Uma vez/mês (6%)
6%
Raramente/nunca (27%)
27%

Para obter mais informações sobre a pesquisa, você pode acessar o estudo completo.

Você pode encontrar uma variedade de artigos específicos sobre evangelismo e suas abordagens. Esses recursos podem ser úteis para aprimorar suas habilidades em compartilhar a mensagem do evangelho com outras pessoas.

Lembre-se que o aprimoramento de nossas habilidades não terá significado sem a intervenção do Espírito Santo. Não temos o poder de vencer a batalha entre o bem e o mal por nós mesmos.

Picture of Roteiros Bíblicos
Roteiros Bíblicos
A missão do Projeto Roteiros Bíblicos é proporcionar materiais educativos que incentivem as pessoas a levarem a sério Mateus 28.19, 20, Marcos 16.15, 2 Timóteo 4.1-4 entre outros.

7 comentários em “Evangelho, evangelização e evangelismo”

  1. Atravéz deste curso podemos ampliar nossos conhecimentos, buscando a presença do espírito santo em oração, e buscando também proximidade com as pessoas para levar o evangelho até elas,possibilitando que as mesmas conheçam a salvação vinda de jesus

Deixe um comentário

plugins premium WordPress

INSCRIÇÃO NO CURSO DE EVANGELISMO

  1. Clique no botão CRIAR CONTA;
  2. Faça o login usando sua conta Google;
  3. Após o login, você será direcionado automaticamente para a página do Curso de Evangelismo;
  4. Clique no botão INSCREVA-SE para iniciar o curso.
  5. Desejamos a você um excelente curso!
  1. Toque no botão CRIAR CONTA;
  2. Faça o login usando sua conta Google;
  3. Após o login, você será direcionado automaticamente para a página do Curso de Evangelismo;
  4. Toque no botão INSCREVA-SE para iniciar o curso.
  5. Desejamos a você um excelente curso!